Título: Diário de uma paixão
Autor: Nicholas Sparks
Gênero: Romance
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
SkoobAdicione
Número de páginas: 176
Cortesia: Livro cedido pela Editora


Sinopse: Duke é um homem simples com uma vida modesta, mas amou alguém de todo o coração e, para ele, isso sempre foi suficiente. Na clínica de repouso em que vive, Duke se dedica a ler poemas para os outros pacientes, mas, para uma senhora que sofre de Alzheimer – e somente para ela –, lê um diário especial à espera de que um milagre aconteça. Nele está escrita a emocionante história de Allie Nelson e Noah Calhoun, dois jovens que descobrem o verdadeiro significado da paixão, mas são separados por uma série de obstáculos e mal-entendidos. Muitos anos depois, a vida dá conta de uni-los novamente e a paixão volta com todo o seu fulgor. Já noiva de um bem-sucedido advogado, Allie precisa optar entre manter o rumo estável de sua vida e se entregar ao verdadeiro amor, correndo todos os riscos. Com a leitura do diário, Duke recorda a própria vida e, às vezes, a senhora consegue romper as barreiras da doença e retomar sua antiga identidade alegre e vivaz. E, sempre que isso acontece, Duke tem a certeza de que o amor relatado nas páginas do diário é a força mais poderosa do Universo. Diário de Uma Paixão foi o primeiro romance publicado por Nicholas Sparks e é uma prova do talento que o consagrou por todo o mundo. Entremeando as histórias de Allie, Noah e Duke, ele construiu um conto romântico que se tornou um verdadeiro clássico.



"Os românticos chamariam isso de história de amor; os cínicos, de tragédia"

A narrativa traz a história de Duke, um cara que mora em uma casa de repouso, e que curiosamente todo dia lê a história de um diário para uma mulher misteriosa que sofre de Alzheimer. De maneira síncrona, acompanhamos a história de Allie e Noah (ambos são os personagens do diário que Duke lê para a mulher misteriosa), dois jovens que se conheceram em no festival Rio Neuse, na Carolina do Norte em 1932. A família de Allie tinha dinheiro, o pai dela trabalhava em uma importante empresa de tabaco, e a condição financeira de Noah era bem inferior a dela. Eles viveram uma intensa história de amor durante a estadia dela em New Bern, mas o mesmo foi interrompido já que a família de Allie tinha outras pretensões para o futuro da filha.

"Não era que não gostassem de Noah... mas ele pertencia a uma classe social diferente, era muito pobre, e os pais de Allie nunca aprovariam que a filha tivesse uma relacionamento sério com alguém como ele"

Anos se passaram e Allie aparece depois de anos na porta de Noah. Ela agora tem 29 anos e está noiva de um advogado bem sucedido. Ele tem 31 anos e depois de servir ao exército e da morte do pai, voltou para New Bern. Já maduros e com bagagens de vida, vivem o dilema de tentar sufocar um sentimento que até então estava enterrado. Será que é possível esquecer um amor tão intenso, mesmo depois de tantas adversidades?

"Você sabe, o fantasma, a lembrança. Andei observando você, trabalhando dia e noite como um escravo, quase não tendo tempo nem para respirar. As pessoas fazem isso por três razões: porque são loucas, burras ou estão tentando esquecer alguma coisa. Eu já sabia que no seu caso, era para tentar esquecer. Só não sabia ainda o quê"

Acho que a coisa que mais me surpreendeu no livro é a escrita do Nicholas Sparks. Foi a minha primeira experiência de leitura com algum livro do autor, e gostei bastante do que encontrei. A escrita dele é simples mas cheias de frases de efeito, que fazem a gente realmente pensar não só sobre a vida, mas também sobre o que é o amor. O livro é muito "redondinho" e tudo é bem delimitado (início, clímax e fim). Achei ótimo, pois não tornou a leitura enfadonha e não faz com que o livro tenha informações desnecessárias e construções de ambientes e de personagens excessivamente longas.

Outro ponto interessante é trazer uma história de amor entre pessoas da terceira idade. Apesar da narrativa se passar em grande parte no arco dramático do Noah e da Allie na fase adulta, toda a "magia", em minha opinião, acontece nas partes do presente, ou seja, na vida e nos dilemas enfrentados pelo Duke. Gostei da intensidade com que o Nicholas Sparks descreve e constrói o personagem. E gostei ainda mais da sensação que fica após a leitura: tranquilidade.

Um ponto que não é negativo, mas que gostaria de frisar é que prefiro o final do filme. Pois é. Apesar de ser bem trágico, achei lindo demais. Não que o final do livro seja ruim, pelo contrário. É igualmente lindo, só que a do filme torna tudo mais dramático, e eu realmente gosto disso. De resto, achei a adaptação bem fiel ao livro, e o Ryan Gosling (que interpreta o Noah) está impecável no papel. Não imagino um Noah melhor.

Enfim, gente. É aquele tipo de livro perfeito para se ler depois de um livro "pesado". Leve, doce e direto!

Recomendo.




13 Comentários

  1. Boa noite, gostei muito da resenha, a apresentação do romance ficou muito interessante.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é um dos que tenho um relacionamento à longa distância, mas depois que assisti o filme nunca mais coloquei a leitura em minhas prioridades. Só que sua resenha despertou o sentimento que eu tinha pela história, e eu tentarei lê-lo mais breve. O romance deles é lindo demais e tudo também parece bem real, mesmo sendo contado há tempo atrás, à moda antiga. Adoro essas histórias sério, e seus quotes me encantaram demais, muito bem escolhidos!

    Um beijo, Karol Vicente.
    http://www.palavrasambulantes.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu amei esse livro, achei muito gostosinho e foi o primeiro livro dele. Eu ainda não assisti ao filme, mas geralmente as adaptações mudam os finais para atender a um público maior mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Oi.

    Já assisti ao filme e já li alguns livros no Nicholas, amei o filme e gosto muito da escrita do autor, apesar de achar os finais tristes.
    Com certeza a sua resenha me deixou com vontade de ler esse livro. Na verdade, fiquei até com uma saudadezinha dos livros do autor.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Achei muito interessante o enredo dessa história.
    Tenho três livros do Nicholas, mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Assisti a alguns filmes baseados em livros escritos por ele e me apaixonei.
    Gostei muito da tua resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, então eu nunca li e nem mesmo tenho interesse em ler nada do autor, isso se dever ao sofrimento de assistir os filmes baseados em suas obras e saber que não tenho psicologico para sofrer mais ainda com as leituras, apesar de saber que iria gostar também rsrsr, parabéns pela resenha me mostrou mais uma vez que o romance do autor é sempre bem construído apesar de todo o drama que rola durante o livro.

    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Geisiane, não li o livro ainda, o que é uma pena, pois sou apaixonada pelo filme, uma das poucas adaptações do Nicholas Sparks para o cinema que gostei. Já vi um monte de vezes e sempre que passa volto a ver Então imagino que o livro eu vou meapaixonar de novo e me emocionar...
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Já tem um tempo que li esse livro. Concordo que a escrita de Sparks é redonda e esse é meu problema com ele: a bendita formula.
    Também gosto mais do final do filme.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi! Só assisti ao filme, e nunca li nenhuma obra do Nicholas Sparks, mas tenho uma vontade enorme de conhecer. Essa história é a minha favorita, e fiquei meio triste em saber que o final do filme é tão trágico quanto o do livro :( Ainda assim quero muito ler, e essa nova capa da Arqueiro ficou linda demais *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, sou louca para ler um dos livros do Nicolas Sparks. Essa edição é linda a editora Arqueiro Arrasa em cada capa.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Geisiane, adoro os filmes baseados nos livros do Sparks, mas infelizmente não sinto o mesmo pelos livros.
    Já tentei ler alguns, mas a escrita dele não me prende, porém as histórias são lindas.

    ResponderExcluir
  12. Amo o filme, mesmo! Nem sei por que ainda não dei uma chance ao livro. Sua resenha me fez ter vontade de revisitar essa história linda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Diário de uma paixão também foi minha primeira experiência com o autor e adore, agora estou lendo outro livro dele e querendo cortar os pulsos kkkkkk.
    Bjs

    ResponderExcluir