Título: Ninfeias Negras
Autor: Michel Bussi
Gênero:  Suspense, Mistério
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 352
Skoob: Adicione.
Compre: Amazon
Cortesia: Livro recebido em parceria com a Editora.

Sinopse: Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, Claude Monet, um dos maiores nomes do Impressionismo, a imortalizou em seus quadros, com seus jardins, a ponte japonesa e as ninfeias no laguinho.É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista. Como numa tela impressionista, as pinceladas da narrativa se confundem para, enfim, darem forma a uma história envolvente de morte e mistério em que cada personagem é um enigma à parte - principalmente as protagonistas.Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.




Um assassinato, um suspeito, e uma espectadora fiel e silenciosa.
Ninfeias negras se passa na pequena Giverny, uma cidadezinha conhecida no mundo todo, que atrai dezenas de turistas para si e para os moradores da cidade. A vida segue seu curso natural e tranquilo, até que um misterioso e cruel assassinato acontece nos arredores, e mobiliza todo o vilarejo. A polícia local volta sua atenção para o crime, e passa a investigar o caso, atenta a qualquer detalhe que lhes possa passar despercebido.

O grande mistério que ronda o enredo, refere-se não somente ao crime, mas à relação que três mulheres podem ter com o caso, oque cada uma sabe, ou o que elas viram. Logo no início somos apresentados a essas personagens e à forma intrigante com a qual o livro é narrado.Apesar dos diversos pontos de vista, a única visão em primeira pessoa é a da mais velha das três mulheres. De todos os outros temos apenas uma visão geral de uma narrativa em terceira pessoa.

“Num vilarejo, viviam três mulheres.
A primeira era má; a segunda, mentirosa; a terceira, egoísta.
[...]
A primeira tinha mais de 80 anos e era viúva. Ou quase. A segunda tinha 36 e nunca havia traído o marido. Ainda. A terceira estava prestes a completar 11 anos e todos os meninos de sua escola queriam ser seu namorado.”

A primeira mulher, a mais velha de todas, está sempre rondando o enredo. Além de vermos a história através de seus olhos, notamos a importância de sua quase onisciência. A segunda, Stéphanie Dupain, é uma mulher misteriosa, e apesar de ser muito conhecida no vilarejo por ser a professora local, ainda assim, conserva sobre si um manto de mistério que intriga o inspetor responsável pelo crime cometido contra Jérôme Morval, que chocou a pequena cidade. A terceira, no entanto, é apenas uma criança. Fanette dá o ar da graça com sua personalidade forte e seu talento inegável para a arte. Leva uma vida o mais livre possível, pintando suas telas sob o constante apoio de um anônimo pintor americano que mora em Giverny.
A cidade, apesar de não ter sido o berço do famoso pintor Claude Monet, serviu como casa para ele por muito tempo até a hora de sua morte, sendo esse o motivo para o grande fluxo de turistas, e a razão pela qual a cidade vive voltada para a arte e as pinturas icônicas de Monet.
Por ser um vilarejo, não temos um grande número de moradores, no entanto os que são citados acabam sendo em geral importantes durante todo o desenvolvimento da história.
A partir dessa premissa, o autor Michel Bussi nos leva por uma grande teia de acontecimentos que a princípio me deixou muito intrigada, mas foi perdendo essa característica aos poucos. Em certos momentos, senti que Michel acrescentava tanto à história que os acontecimentos iniciais se perdiam um pouco em meio a tantos personagens e seus respectivos mistérios.

Os fatos vão se mesclando, e a cada novo indício de desfecho para os pontos abertos que rondavam a narrativa, me vi criando teorias novas, o que deixou a leitura um pouco mais rápida, porém senti que ainda faltava um toque a mais de romance policial para que ficasse mais presa ao livro e tivesse mais vontade de chegar ao final. As primeiras 150 páginas, ou mais, se arrastaram pela quantidade de mistérios que o autor ia abrindo e personagens que ia inserindo e que pareciam não ser tão necessários. Em determinado momento senti como se o enredo houvesse tomado um curso diferente da proposta inicial.

Ninfeias negras é um livro um pouco mais lento do que eu esperava quando iniciei sua leitura, e apesar de ter sido imensamente surpreendida no final, ainda acho que poderia ter sido melhor trabalhado. Não chego a não recomendar a leitura, muito pelo contrário, é um livro que só lendo para se tirar conclusões concretas, já que seu desfecho, para mim, foi tão surpreendente e fez valer grande parte da leitura.
Além desse título, Michel Bussi tem também mais um livro lançado aqui no Brasil pela editora Arqueiro, O voo da libélula.








17 Comentários

  1. Sabe que me deixa com uma sensação semelhante a que você teve? A J.K. Rowling. A trama parece ter gente demais, coisas demais ou de menos acontecendo, aí eu me pergunto "mas onde ela quer chegar?" e, do nada, lá estou eu presa no livro PRECISANDO saber o final. No caso, o que entendi da sua experiência é que faltou alguma coisinha pra ficar presa até o final, que você gostou. Vou deixar este livro como uma opção futura. Obrigada pelo texto. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Que pena que sua experiência não tenha sido muito Boa, mas mesmo assim tenho muita vontade de conhecer esse livro que parece ter mim mistério muito bem feito.

    ResponderExcluir
  3. Tenho ouvido maravilhas sobre esse livro e sobre o enredo. Mas é aquilo... se todo mundo gostasse de cinquenta tons o que sobraria pra o extraordinário... Hahahahaha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Estou babando nesse livro, essa é a primeira resenha que vejo alguma ressalva quanto a lentidão da trama, mas ainda bem que não abalou minha curiosidade, estou realmente muito curiosa com esse livro.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Vi várias resenhas do livro "Ninfeias Negras" e confesso que eu nao apostava nada nele.
    Já vi resenha bem positivas sobre ele e outras o colocam como médio.
    Ainda quero ler pra saber esse final surpreendente, gosto de livro com misterio e a capa está tao linda.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  6. Oi! Já tinha lido muitas resenhas sobre esse livro,o que só me deixaram mais curiosa ainda, principalmente por ser um livro de suspense. A capa é simplesmente linda e na sua resenha você comentou que o livro é um pouco lento, então também tenho medo de criar muitas expectativa sobre o livro e me decepcionar. Mas também amei sua resenha e ainda quero conhecer essa história kk, bjss!

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Essa é a primeira resenha que leio onde diz que o livro não é tão perfeito assim. Até então, só conhecia opiniões dizendo que o livro é ótimo. Agora não vou esperando muito, para poder me surpreender com a história.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Oiee tudo bem?

    To vendo uma galera falar super bem desse livro, e fiquei bem curiosa, mas nem sempre a experiencia é igual para quem ler, por isso foi legal você nos dar sua opnião sobre o livro!

    Bjs Jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Aline
    Ouvi falar supeeer bem desse livro até agora. Uma pena que você sentiu que foi um pouco lento, mas esse final parece que agradou mesmo a todos. Estou bem curiosa para ler a obra e espero não demorar. Gostei de ver seu ponto de vista.

    ResponderExcluir
  10. Esse livro já está na minha lista, Flor! Amo a arqueiro! Parabéns pela parceria! Você mereceu muito! O blog é lindo, a estrutura da resenha está perfeita e você escreve muito bem. Um beijo!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alinme.
    Li esse livro há algumas semanas e fiquei completamente apaixonada pela trama. Já tinha lido O Vôo da Libélula e conhecia bem a escrita do autor. Não me importo nem um pouco que ela seja lenta, mas entendo seu ponto de vista!!
    E o final foi mesmo surpreendente!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  12. Esse é um dos livros que compõem minha wish list e confesso que a cada nova resenha que leio, fico com mais vontade ainda de ter essa obra em mãos.
    Não sei se vou aguentar até o ano que vem para comprar ele - fiz promessa de só comprar livros ano que vem -.-

    ResponderExcluir
  13. Olá! Estou esperando ansiosa por esse livro. Fiquei louca para ler desde que a editora anunciou o lançamento, as resenhas me deixaram bem curiosa. O suspense e o mistério em torno da história me deixam louca rsrsrs A capa está linda demais! Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oii!!

    Pena que o livro tenha sido tão devagar para você, minha amiga amou a obra e tenho outra que tbm gostou muito.
    Eu gosto do genero, mas não é o meu favorito, principalmente depois de umas leituras mais paradas, eu resovi dá um tempo no genero. Mas ainda quero conhecer a escrita do autor.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Vamos nos abraçar e discutir sobre essa maravilha! Também achei o início meio lento, mas quando o fim foi revelado, levei às mãos a cabeça, chocada com a revelação - que não adivinhei, infelizmente. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    É a primeira resenha que leio da obra e fiquei bem curiosa para saber qual a relação dessas três mulheres com o assassinato que mobilizou a todos nessa pequena cidade.
    A premissa é bem interessante e mesmo saindo da minha zona de conforto, pretendo tentar fazer a leitura para descobrir que final surpreendente foi esse.
    Uma pena que você tenha a impressão que poderia ser melhor trabalhada a obra.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Vi uma divulgação massa da editora por este volume, e confesso que pelo gênero tratado nunca tinha me interessado tanto. Pena que ele foi mais lento do que esperava, apesar de compensar com o final surpreendente. Não sei seria uma história que leria neste momento pelo motivo citado acima, mas a sua resenha instiga a quem gosta de devorar e ter sua própria opinião. Adorei!
    Beijos,
    colecoes-literarias.blogspot.com

    ResponderExcluir