Título: Batman : A Piada Mortal
Autor:  Alan Moore
Arte: Brian Bolland
 Editora: Panini Comics
Ano: 2011 (Capa dura)
Número de páginas: 86
Skoob: Adicione  Compre: Amazon



Um dia ruim.

É apenas isso que separa um homem são da loucura. Pelo menos segundo o Coringa, um dos maiores e mais conhecidos - se não o maior e mais conhecido - vilão do mundo dos quadrinhos. E ele quer provar o seu ponto de vista enlouquecendo ninguém menos que o principal aliado de seu maior inimigo: o Comissário Gordon. Cabe ao Cavaleiro das Trevas impedir.

Será que um dia ruim pode levar uma pessoa a loucura? De acordo com Coringa, isto pode acontecer. Nesta incrível e brutal HQ, teremos Coringa na sua forma mais humana e ao mesmo tempo mais Insana. 


“Quando vi que piada de mau gosto era este mundo, preferi ficar louco. Eu admito!”

Em A piada Mortal mais uma vez Coringa foge do Asilo Arkham, e Batman ao descobrir irá atrás dele, ficando muito preocupado com o que ele pode aprontar desta vez. E está certinho em se preocupar, pois Coringa quer provar que qualquer um pode chegar à loucura, basta um momento difícil. E sua vitima da vez é Gordon. Assim, ele e alguns homens invadem a casa de Gordon, machucam sua filha Barbara e o sequestram. Coringa está disposto a dar um dia horrível para Gordon e consegue. As cenas são cruéis e pesadas, sentimos toda humilhação e o medo. Iremos presenciar violência física e psicológica. Coringa sabe como torturar, e ele consegue fazer isso com o Comissário Gordon e com o leitor. Pois algumas cenas ficam a nossa própria imaginação, e só de imaginar o que pode ter ocorrido em certo ato, já nos deixa desconfortável. Ele não terá piedade com Gordon e sua filha.

“Demonstrei que não há diferença entre mim e outro qualquer! Só é preciso um dia ruim pra reduzir o mais são dos homens a um lunático. É essa distância que me separa do mundo. Apenas Um Dia Ruim.”

A história se passa em dois tempos, passado ( em preto e branco) e presente (Colorido), no passado iremos conhecer a vida de Coringa antes de ser este palhaço psicótico, e foi muito interessante ver como tudo aconteceu. Ele é a prova que um dia ruim, pode sim transformar alguém, inclusive sim, chegar à loucura. Mas nós temos Batman que também teve/têm dias ruins, então esta transformação pode seguir outro caminho além da psicopatia.


“Talvez pessoas comuns não quebrem à toa. Talvez as pessoas não precisem ficar caídas no chão só porque levaram um tombo.” 

Os diálogos são inteligentes e reflexivos, a arte é maravilhosa. E todo o roteiro é muito envolvente, humano e sombrio. Alan cria uma história perturbadora, com um dos melhores vilões dos quadrinhos. E Os outros personagens não ficam atrás, Batman, como sempre incrível, e Gordon nos faz sofrer junto com ele. Coração ficou apertado em vários momentos. Uma narrativa viciante, com personagens que amamos e estão em ótima forma. E o final abre várias interpretações, com certeza cada leitor enxergará um desfecho. Saiu filme ano passado (2016) de mesmo nome, muito curiosa para ver esta animação.

A edição é linda, capa dura, ainda possui alguns extras no final. Então fica a dica desta HQ sensacional. E como já dizia nosso inesquecível Norman Bates de Psicose : “Eu acho que todos nós somos um pouco loucos de vez em quando.” 





“E quem pode culpá-los? Num mundo psicótico como este...”


“Se eu vou ter um passado, prefiro que seja de múltipla escolha!”








Trailer do Filme:





20 Comentários

  1. Essa é uma das HQs que estou me preparando psicologicamente para ler! Está aqui na minha estante esperando sua vez. A sua resenha foi a primeira que li sobre ela e gostei!

    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir
  2. Oiii Ana, tudo bem?
    Infelizmente desa vez a ora não despertou meu interesse, por isso irei pular a dica, mas a edição está um luxo de deixar qualquer um babando.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Primeiro, parabéns pela super resenha. Mas, infelizmente, desde criança, nunca gostei do Batman, de histórias com super heróis, essas coisas.

    ResponderExcluir
  4. Olá Ana, tudo bem?

    Primeiramente que dar os parabéns pelas imagens, que ficaram lindas. Segundo a sua resenha ficou top, muito boa mesmo. Eu sempre curti o personagem Batman, nunca foi meu favorito, mas sempre curti!
    Espero poder ler essa HQ algum dia!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  5. Adorei seu blog Ana! sobre a HQ: não sou fã.. e prefiro o SuperMan kkkkkkkkk vou me retirar antes que apanhe. mas adorei! beijos

    ResponderExcluir
  6. Não sou fã de HQ, ainda mais de super herois, mas pelas fotos que você tirou, que estão lindas aliás, as ilustrações parecem ser maravilhosas, o desenho me atrai mais que a história em HQ

    ResponderExcluir
  7. Preciso dessa edição maravilhosa! Meu namorado me encheeeu até eu assistir a versão animada d'A Piada Mortal e ainda bem que encheu hahaha é realmente uma das melhores histórias com o Joker.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Eu amo história em quadrinhos e tenho feito minha pequena coleção em capa dura. Certamente vou adquirir mais esse, até porque, Coringa é Coringa ❤
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. OOI!
    Mesmo com sua ótima resenha, a HQ não chamou minha atenção. Não sou fã do gênero, a única coisa que chamou minha atenção foi o fato de ser reflexivo também. Mas não sei se leria, ainda assim, parabéns pela resenha!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Não leio HQs por medo de me viciar e já gasto muito com livros, mas esta está lindona e muito interessante abordarem o passado do Coringa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana, o Batman eu herói favorito, e tudo que envolve ele me.interessa. Eu estou de olho neste livro, mas ainda não o li.
    Achei interessante a forma como o autor diferenciou presente e passado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Sou a fissurada dos vilões, principalmente do mundo da DC e não tem como eu não ser pelo Joker. Adoro as HQ's deles, e concordo que essa é linda, mas prefiro a esteriotipação que ele sofreu nos novos 52. Amei a resenha e as fotos <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Não tenho interesse no livro, mas comprei ele e dei de presente para o meu filho (12 anos), que amou! Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não conhecia essa edição e achei belíssima. parece ser uma leitura incrível.

      Excluir
  14. Oi!

    Gostei da história desta HQ, mas admito que não consigo simpatizar com o Batman, sempre torço para o vilão quando se trata do homem morcego hahaha

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não tenho costume de ler muitas HQ, apesar de adorar. Gosto muito das histórias onde o Coringa aparece, então só por isso já me chamou a atenção. Adorei a sua dica e vou procurar para ler também!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá! Eu não sou habituada com a leitura de HQ, então não tenho muito como falar a respeito, eu não consigo ler livros em quadrinhos tão facilmente, embora adorei livros com muitas páginas e com temas mais sérios.
    Gostei das fotografias! xD

    By Patty (Viagens de Papel)

    ResponderExcluir
  17. Olá! Essa edição está bem bonita!
    Tenho certeza que os admiradores do tema vão adorar!
    super bjoooooo

    ResponderExcluir