Título: Guerra Civil
Autores: Mark Millar/ Steve Mcniven
Ano: 2010
Editora: Marvel / Panini
Número de páginas: 212
Skoob:Adicione
Comprado na: Amazon


Sinopse:A ação precipitada de um grupo de jovens super-heróis acarreta uma tragédia sem precedentes, deixando um saldo de centenas de mortos. Diante da pressão popular, o governo sanciona uma lei determinando que todos os superseres sejam registrados. A iniciativa divide a comunidade heroica como nunca antes. De um lado, a facção pró-registro, liderada pelo Homem de Ferro; do outro, os contrários à medida, tendo à frente o Capitão América.




Olá!

Hoje vamos falar do quadrinho Guerra Civil, uma história que me fez ter vários sentimentos. Pois ver nossos queridos heróis lutando uns contra os outros não é nada divertido. Desde que anunciaram o filme Guerra Civil, fiquei curiosa para ler a HQ, já li outros quadrinhos do universo Marvel e gostei. Então vi esta em promoção na amazon e aproveitei. Ainda mais que é um encadernado muito lindo.



A história começa com um grupo de jovens super-heróis que querem ficar famosos, então eles decidem fazer uma operação, mas neste ataque acaba acontecendo uma tragédia, pois ao encurralarem Nitro, ele provoca uma explosão perto de uma escola matando várias crianças. Sendo que a população e o governo já estavam no limite com os superseres. Pois Hulk já havia feito alguns estragos. E Wolverine, bom, conhecemos bem. Haha. Pavio curto. Então dá para perceber que as pessoas não estão satisfeitas.
Depois da tragédia, alguns heróis vão para o local ajudar no resgate, tentando encontrar sobreviventes, estão presentes Golias, Miss Marvel, Wolverine, Capitão America, Homem de ferro, Ciclope, Scott entre outros. 

Mas as coisas só pioram para o lado dos heróis. No velório uma mãe de uma das vitimas agride Tony Stark verbalmente, dizendo que a culpa é dele por financiar os vingadores. Em um bar Tocha Humana é agredido por populares. As coisas começam fugir do controle. O governo oferece uma alternativa que é o Registro dos super-heróis, onde eles teriam que mostrar sua verdadeira identidade. Alguns heróis não possuem identidade secreta como o Quarteto Fantástico.  A confusão começa quando Capitão América vira procurado, ele entra na ilegalidade com um grupo de superseres que são contra o registro, assim Tony e outros heróis que são a favor do registro ficam do lado do governo.

E assim começa uma sucessão de desentendimentos, confronto e perdas. Uma guerra desnecessária entre amigos. Parece que todos perdem a razão e pensam apenas em si mesmo. O dialogo fica em segundo plano e a pancadaria em primeiro lugar.

O mais interessante da história foi ver a transformação destes super-heróis, o ponto de vista de cada um. Não consegui escolher um lado, Capitão ou Homem de ferro, pois cada um estava lutando pelo que acreditava. Mas eu como cidadã, com certeza ficaria assustada com vários mascarados com super poderes fazendo o que bem entendem. Infelizmente em qualquer profissão, sempre tem alguém para queimar o filme, fazer bobagens e prejudicar a categoria.

O homem–aranha vai ser muito importante nesta guerra, assim como Thor, para o bem ou para o mal. Vai depender do seu ponto de vista. Confesso que em alguns momentos senti vontade de bater nos dois líderes desta bagunça, e sentá-los de frente e colocarem para conversar, para eles refletirem sobre tudo que estava acontecendo. Pois guerra só traz dor e perda e eles vão sentir isto na pele.
Um personagem que me representou nesta história foi Dr. Estranho. O mais sensato e que me ganhou em apenas duas páginas, com duas frases. Quanto ao filme, estou sem expectativas, para poder ser surpreendida, pois sei que será diferente da HQ, mas espero gostar tanto, quanto gostei da leitura.

A HQ é de capa dura e lindíssima. Uma trama envolvente, emocionante, com surpresas a cada página e com diálogos muito inteligentes. Fazendo-nos refletir em muitos momentos. Vamos nos apaixonar ainda mais por alguns personagens que já gostávamos, vamos nos apaixonar por novos personagens. Adorei o crescimento de todos, sofri com a perda de alguns, e o mais triste foi a perda de algumas amizades. Porque com certeza ninguém será o mesmo depois desta Guerra.

“Pela vitória que seja melhor para humanidade, meu amigo... e que derrame menos sangue esta noite.”













5 Comentários

  1. Oi,Ana!
    Adorei a pequena resenha que fizeste sobre a Guerra Civil,aguardando muito pelo filme.
    Muito Livros e Sucesso..Bjs

    http://booksmagiclove.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana Lícia!
    Parabéns por sua resenha! Foi completa e só aumentou meu desejo de ler esse HQ, ainda não pude. Eu também estou sem expectativas quanto ao filme, mas vai que melhora, né? Depois do Deadpool será difícil um filme me animar tanto!
    quanto ao Dr. Estranho, tenho que comentar, adoro ele nas HQs, só fico imaginando o que ele possa ter dito pra te conquistar assim! (E esse filme eu to ansiosa pra assistir!)

    Um abraço!
    Pandora
    Pan's Mind

    ResponderExcluir
  3. Adoro HQS mas nunca sobre dinheiro para eles! askldçlsd
    Adorei os bonequinhos e a resenha!
    http://letrasemvida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ana, não pretendo ler essa HQ, mas gostei muito do seu post! Explica muito bem, dá o clima da história, e de quebra ainda tem várias fotos que mostram muito bem o tipo de arte que tem nas páginas. Muito bom! :)

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ana!

    Nunca fui muito chegada a histórias de heróis, mas gosto bastante de X-Men. Não cresci lendo esse tipo de HQ (na verdade, nenhuma HQ), e essa me chamou atenção pela apresentação, mas não leria. Adorei as ilustrações, as cores vívidas deram outro propósito à história, mais forte e mais intensa, achei um ótimo projeto *-* Ahhh, adorei os seus cubeecrafts! Eu tenho dois: do Harry Potter e do Voldemort haha.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir