Título: A Primeira Chance
Autora: Abbi Glines
Ano: 2015
Editora: Arqueiro
Número de páginas:257
Skoob: Adicione
Cortesia: Livro cedido pela editora para divulgação.

Sinopse: Quando o pai roqueiro de Harlow Manning sai em turnê, ele a envia para Rosemary Beach, na Flórida, para viver com sua meia-irmã Nan. O problema: Nan a odeia. Harlow tem que manter a cabeça para baixo, se ela quer passar os próximos nove meses em paz. Isso parecia ser fácil... Até que o lindo Grant Carter sai do quarto de Nan.Grant cometeu um grande erro em se envolver com uma garota com veneno nas veias. Ele sabia sobre a reputação de Nan, mas ainda sim não conseguiu resistir a ela. Nada faz ele se arrepender da aventura mais do que seu encontro com Harlow, que o deixa com o pulso acelerado. No entanto, Harlow não quer ter nada a ver com um cara que poderia se apaixonar por sua meia-irmã malvada. Mesmo não existindo amarras entre Grant e Nan.
Grant está desesperado para se redimir aos olhos de Harlow, mas ele arruinou suas chances com ela antes mesmo de conhecê-la...


Oi, leitores!
Hoje vou falar do livro A Primeira Chance de Abbi Glines. Vocês já devem ter ouvido falar no famoso Rush de Paixão sem limites. E quem leu deve ter conhecido e até gostado muito do Grant, irmão e amigo de Rush. Pois neste livro Abbi dá totalmente voz para Grant. Aqui iremos conhecer bem aquele cara boa pinta de Paixão sem limites.

Grant Carter é um rapaz bonito, amigo, que está sempre se preocupando e ajudando as pessoas que gosta. Ele tem um relacionamento complicado com a Nan, uma jovem difícil e que é odiada por todos. Mas Grant se interessa por a irmã de Nan a Harlow que é uma menina doce, quieta, e que vive somente para seus livros. Grant termina com Nan e se envolve com Harlow.  Mas em um belo dia Harlow descobre que ele dormiu com Nan. E aí começa uma sucessão de discussões e desentendimentos. E Grant terá que se virar do avesso para reconquistar Harlow.

“Sinto muito, Grant. Não poso. Venho protegendo meu coração há anos. Não posso agir diferente agora. Você é perigoso. É difícil resistir àquele sorriso sexy e às palavras doces, mas não posso deixar algo que possivelmente vai me destruir ao entrar na minha vida” (Pág.153)
 A Primeira Chance vai contar a história de Grant e Harlow. O livro é narrado em primeira pessoal, intercalado entre os dois personagens. Confesso que Grant não é bem quem eu imaginava. Pois ele se mostrou bem inseguro e fraco para mulheres bonitas. Do tipo que não pode ver uma mulher, pegador. Ele fez coisas desnecessárias. Comportava-se mal e na hora colocava a culpa em outra pessoa, no caso Nan. A Nan não é flor que se cheire, isso fica bem claro em todos os livros que ela é mencionada. Mas colocar a culpa nela por suas próprias atitudes é muito fácil. Pois em nenhum momento ele teve uma arma apontada na cabeça para ficar com ela. Quanto a Harlow, repetiu as mesmas atitudes das outras mulheres da série. Não consegue resistir ao bonitão.

Outra coisa que me incomodou, foi o dilema posto por Rush. Achei super chato a justificativa que ele deu para não querer compromisso sério. Mas, vamos respeitar ok. Cada um com seu problema. E outro fato que também fez desencantar, foi os diálogos na hora das cenas de sexo. Eu sei, sou um pouco chata com isso. Mas Grant, vamos melhorar essa parte nos próximos livros.


Eu gostei da leitura, foi gostosa e rápida. Apesar de não me apaixonar por Grant à medida que fui apresentada ao personagem no livro. Gostei de como a história se desenrola depois. Como as pessoas julgam a outra, ou cria uma imagem. E depois descobre que não é nada daquilo. Nunca conhecemos realmente como as pessoas são. E achei isso bem interessante no livro. E o casal fofo que apareceu para dá sua participação especial, foi bem legal. Rush e Blaire. E o final foi inesperado e triste. Espero que Grant consiga evoluir no próximo volume. Apesar de que ele levou um golpe bem forte no final do livro. E acho que isto terá um peso enorme nas suas atitudes daqui em diante.

Gostei de alguns personagens, achei outros mais ou menos. E falaram tanto na Nan, e mal. Ela ganhou grande destaque no livro, as pessoas falavam mal o tempo todo, até o pai. Tanta gente odiando esta menina, que senti vontade de ler um livro voltado para ela. Quero saber como ela se sente. O negócio está feio para o lado dela.

 A edição está simples e agradável. Livro com orelhas, páginas amarelas e letras no tamanho bom. Um romance leve, com dramas familiares, intrigas, rivalidade, cenas quentes. Para quem já curte os livros da Abbi, acredito que vá amar este. E para quem não conhece a escrita dela. Mas gosta de um romance New adult. Com certeza vai curtir este também. E o final deixa aquele gostinho de quero mais, com curiosidade para saber o que irá acontecer com os personagens.



“Estou tentando manter distancia de você. Ser gentil apenas torna as coisas difíceis.” (pág. 129)





24 Comentários

  1. Olá Ana!
    Primeira vez aqui, seu blog é lindooo, parabéns!!
    Sua resenha, muitooo bem escrita!!

    Eu comprei essa série recentemente, mas já li os paralelos - Estranha Perfeição e Simples Perfeição - e confesso que achei fraquinho, estou esperando bem mais desses!!

    Bjus!
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  2. oi Ana!
    Para mim, Abbi é um vício, a escrita não é perfeita, mas gosto de todos os livros. Vai entender a minha loucura ahah
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Não gosto muito desse gênero, mas adorei a resenha, muito bem escrita!
    beijos

    eraumavezumaestante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana Lícia, sua linda, tudo bem
    Não gostei dele, não aceito traição e colocar a culpa de seus atos nos outros é fácil demais, ele precisa crescer e se responsabilizar por suas atitudes, por isso, espero que fique sozinho no final e acho isso importante para ele aprender. Ainda não li nenhum livro da autora, tenho curiosidade, pois a maioria diz que a narrativa é viciante.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Li "Paixão sem limites" curti muito, mas ainda não tive oportunidade de ler os outros da série. Confesso que Grant foi um dos personagens que mais curti, então quero ler esse livro! Rsrs
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iris, acho que Grant conquistou a todas. Haha. Por isso esperava mais dele. Achava ele o máximo em Paixão Sem Limites. Mas aí descobrimos que ele é normal. Cheio de defeitos... Abbi é rainha mesmo.

      beijos!

      Excluir
  6. Sabe que pelos livros do Rush, principalmente Paixão sem Limites eu esperava bem mais do Grant. No fundo esperava muuuuiiiiittttoooo mais. Acontece que eu tenho uma quedinha pelos meninos de Rosemary e mesmo esperando mais terminei esse livro apaixonada. O amor - ou a curiosidade - me fez pegar a continuação pela internet mesmo e ler no mesmo dia.
    Sem spoilers, mas acho que no segundo livro ele ficou um pouco mais perto do que eu esperava dele.
    Falam muito da Nan para ela ganhar um pouco mais de destaque já que logo tem o livro dela também. E no fundo acho que deve ser muito difícil para ela... Como você disse, ela não é flor que se cheire mas isso também não é motivo para todo mundo culpar ela por tudo, né?
    Mas confesso que estou contando as horas para conhecer melhor o irmão da Harlow... Espero que o livro dele seja tão bom quanto o do Rush (que é minha paixão!).

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lica, você já me animou quando diz que ele se aproxima do que imaginou. pois senti que você achou o mesmo que eu. haha. Normal ser viciada na Abbi. Eu mesma devorei Paixão Sem Limites. Mesmo não sendo muito fã do gênero. E tenho várias amigas que amam a série. Super beijo.

      Excluir
  7. Ah, não curti isso de terminar com uma irmã e se envolver com a outra não... acho tão esquisito quando os autores fazem algo assim. E esse Grant fazendo coisas desnecessárias e ainda colocando a culpa nos outros ao invés de admitir ia me irritar horrores... Além disso, pra falar a verdade, não curto cenas de sexo e com esses diálogos então... Enfim, acho que deu para notar que não é uma leitura ideal para mim, né? Que bom que mesmo com as ressalvas conseguiu gostar da leitura.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. OIee.
    O ser humano é bem difícil mesmo! Fiquei com pena desta personagem e também curiosa para saber porque falam tanto dela.
    Gostei de sua opinião a respeito da obra e confesso que nunca li nada da autora, mas tenho muita curiosidade

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  9. Olha eu até hoje não li nada da autora.
    Estava interessada naquela primeira série dela sabe? Paixão em limites?
    Então, eu ainda nem os comprei para ler, mas essa sua resenha me chamou bastante atenção por conta dos acontecimentos, por haver traição e depois vem os desentendimentos e ainda mais reviravolta pelo jeito. Então é um livro que com certeza irá me agradar, mas espero que não seja extremamente exagerado na parte HOT, porque eu não gosto muito. Gosto daqueles livros que tem toda uma estória por trás, porque assim não fica cansativo também. Mas mesmo assim já vai pra minha lista da BLACK FRIDAY rs

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resumo-do-mes-outubro.html

    ResponderExcluir
  10. Oi, nunca li nada da autora e nem li acho nenhuma resenha nem deste .nem de outros livros da serie. Gostei da sua resenha,mas não sei se leria esse livro ou outros da serie, fiquei incomodada com o personagem folgado do carinha só lendo a resenha imagina lendo o livro? Bem capaz de deixar o livro de lado só de ódio. Mas confesso que bateu uma curiosidade. Quem sabe mais pra frente eu me anime.

    bjs

    ResponderExcluir
  11. De fato esse tipo de narrativa não é oq me comove, ou que me empolga. Maaaas nunca dizer nunca, certo?! kkk...Qm sabe um dia.
    Adorei a sua resenha e como soube apontar os pontos negativos da obra.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. OI Ana!
    Eu pedi esse livro e mandei pra uma amiga resenhar, ela gosta desse tipo de livro, então achei que ela fosse se divertir bastante com o livro. Mas, fiquei chateada que o Grant não é nada daquilo que a gente imaginava, bem chato isso...
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  13. Oiiie
    Que bom que curtiu a leitura, eu não tenho vontade de ler nada da autora ou do gênero, pois realmente não chama minha atenção mas sua resenha ficou ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oii,
    Estou bem curiosa para saber a história desse livro.
    Confesso que estou com a série Sem limites inteira no meu kindle, mas ainda não tive a oportunidade de começar. Espero fazer isso em breve, mas gostei da sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oiiiii
    Que amoooor essa história (amor de que eu quero ler hahaha)
    Fiquei bem interessada e achei sua resenha incrível e bem escrita!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  16. Ana Licia eu odeio a personagem Nan, me irrita profundamente. e o Grant acredito que algumas atitudes também irão me irritar, por isso estou deixando para ler em outro momento. O que acontece com esses protagonistas com essas atitudes hein rsss. Fico feliz que gostou do livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Bem eu fico devendo sempre quando falam da Abbi, não li nenhum livro dela e não sei se leria, parece que seria cansativo pra mim já que tenho outros gostos.
    Talvez um dia, para quem gosta é uma ótima pedida.
    Preciso dizer que tua resenha ficou incrível? Sim ou Claro?
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  18. Olá Ana.
    Ótima resenha.
    Ainda não li nenhum livro da Abbi mas só leio resenhas positivas, então tenho muita vontade de ler.
    Mas como no momento ando meio sem tempo de ler os que eu já tenho aqui em casa nem vou procurar comprar os da Abbi não hehehe

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, Ana!

    Eu não ainda não li nada da Abbi e nem sinto vontade. Pelas resenhas que eu leio, as história parecem tão rasas. Esse livro, em especial, parece que a protagonista não apresenta nada de novo. É sempre a mesmo história do bonitão que pega a mocinha.
    Tem resenha desse livro no meu blog, mas foi a Gaby quem leio e resenhou. Ela também levantou pontos muito parecidos com o que você falou no seu texto. Em fim, ela também deu 3 estrelas para o livro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?

    Esse livro não me chamou atenção. Nunca li nada da autora e não tenho vontade de ler. Sua resenha está ótima, mas nem ela me convenceu de querer ler o livro. Acho que tô numa fase da vida que tenho me distanciado bastante de romances, tô preferindo algo bem longe disso.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Oie! Esse livro parece ser incrível. Já li algumas resenhas de Paixão sem Limites e, como não tenho muita experiência com romances assim, acho que seria uma boa leitura. Também achei intrigante esse fato com a Nan.. Sempre tem aquele personagem que é odiado pela maioria das pessoas, mas seria interessante conhecer a versão do acusado, hih. Adorei a sua resenha e fiquei com uma curiosidade enorme de ler, apesar de estar querendo me afastar um pouco de séries. ><

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  22. Muito legal saber sua opinião sobre a leitura. Também gostei das fotos =)
    Vc nem mencionou o Mase, irmão da Harlow. Gostou dele não!!!??? Eu adorei e fiquei curiosa para saber mais sobre ele!!! Também me decepcionei com o Grant esperava mais força e equilíbrio emocional da parte dele, além de determinação. O final realmente foi impactante para ele.
    Para mim faltou diálogo e confiança entre Grant e Harlow.
    Enfim pretendo ler o próximo e torço para que eles amadureçam e se envolvam empolgantemente.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir