Título: Objetos Cortantes
Autora: Gillian Flynn
Ano de publicação: 2015
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 254
Skoob: Adicione


Sinopse: Objetos Cortantes - Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.
Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas. 





Olá, pessoal. Eu estou ainda sobre o efeito de Objetos Cortantes, Que livro é esse? Que autora é essa? Jesus. (Juliana está desmaiada) com este romance de estréia da Gillian Flynn, que eu amei. Bom, eu sou apaixonada por thrillers, então talvez por isso eu tenha gostado tanto.

E esta é a mulher que me tirou do tédio.


A Gillian Flynn têm 3 livros publicados aqui no Brasil. Temos; Garota Exemplar, Objetos  Cortantes e Por Lugares Escuros. Obrigadaaaa, Intrínseca.




 Lugares Escuros - Libby Day tinha apenas sete anos quando testemunhou o brutal assassinato da mãe e das duas irmãs na fazenda da família. O acusado do crime foi seu irmão mais velho, que acabou condenado à prisão perpétua.Desde aquele dia, Libby passou a viver sem rumo. Uma vida paralisada no tempo, sem amigos, família ou trabalho. Mas, vinte e quatro anos depois, quando é procurada por um grupo de pessoas convencidas da inocência de seu irmão, Libby começa a se fazer as perguntas que até então nunca ousara formular. Será que a voz que ouviu naquela noite era mesmo a do irmão? Ben era considerado um desajustado na pequena cidade em que viviam, mas ele seria mesmo capaz de matar? Existiria algum segredo por trás daqueles assassinatos?
Gillian Flynn intercala a trajetória detetivesca de Libby com flashbacks dos acontecimentos do dia dos crimes com tanta habilidade que o leitor é levado a diferentes direções. Escrito com primor, Lugares escuros não só mostra como a memória é passível de falhas, mas também evidencia as mentiras que uma criança pode contar a si mesma 



Garota Exemplar - Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?


Okay! Vamos falar de Objetos Cortantes agora, me empolguei com esta autora. Haha.

Objetos Cortantes vai nos contar a história de Camille Preaker, uma mulher de trinta e poucos anos. Acredito que ela tenha em torno de 31,32 anos. Ela é repórter e trabalha em um jornal em Chicago. Seu chefe pede que ela vá cobrir o mistério de um assassinato e um desaparecimento de meninas em torno de 11/13 anos, a primeira foi estrangulada e teve todos os dentes arrancados. Os incidentes estão acontecendo na cidade natal de Camille, lugar que ela não visita há anos, onde mora sua mãe e seu passado nada alegre. Ao chegar a Wind Gap, todos os sentimentos que ela tentava omitir, retornam. A Recepção na cidade não é muito calorosa, pois uma jornalista metendo o nariz, não é bem-vinda para o delegado. Mas tem um detetive que está investigando o caso, que acaba se aproximando de Camille. Camille tem que enfrentar a mãe Adora, uma mulher fria e distante, que deixa bem claro que não gosta da filha, as vezes eu lembrava de Carrie, a estranha, quando Camille estava conversando com sua mãe Adora. Adora tem um jeito intimidador, e possessivo, igual a mãe da Carrie. Além de Adora, mora na antiga casa de Camille, O padrasto Alan e a meia- irmã de 13 ano, Amma. (Gente, essa menina é sinistra).


“Algumas vezes, se você deixa as pessoas fazerem coisas a você, na verdade está fazendo a elas – disse Amma, tirando um pirulito do bolso. Cereja. – Entende o que eu quero dizer? Se alguém quer fazer coisas esquisitas com você, e você permite, você as torna mais perturbadas. Então você tem o controle. Desde que não enlouqueça. (pág.186)





Na verdade todos na casa de Camille são estranhos, a mãe é completamente dominadora e parece ter dupla personalidade, A Amma é dissimulada igual à mãe, e o padrasto um vegetal, parece que aquele homem não vive. Um verdadeiro banana. Saindo das apresentações dos familiares legais de Camille, temos uma cidade cheia de segredos e alguns moradores com pequenos segredinhos e comportamentos suspeitos, que ao juntar o quebra-cabeça, talvez Camille chegue ao assassino de crianças.

“... O lugar onde começara de cortar. Uma cidade tão sufocante e pequena que todos os dias você esbarrava em pessoas que odiava. Pessoas que sabiam coisa de você. É o tipo de lugar que deixa marcas” (pág. 79) 
“Wind Gap era tóxica para mim. Aquela casa era tóxica para mim” (pág.45)

Mas a própria Camille tem seus monstros guardados. Ela se corta, há muito anos, Camille se machuca, tem todo o corpo marcado/cortado, livrando só o pescoço e rosto. 




“Eu me corto sabe, sabe? E pico, e fatio, e gravo e furo. Sou um caso muito especial. Eu tenho determinação. Minha pele grita, vê? Está coberta de palavras – cozinha, cupcake, gato, cachos-, como se um garotinho com uma faca tivesse aprendido a escrever em minha pele. (pág. 65)


Aqui teremos pessoas problemáticas, e parece que nessa cidade, as pessoas ficam piores. Camille muito mais. Agora ela tem que enfrentar a vontade de se ferir, o desprezo da mãe, os ataques mimados da irmã e a rejeição de algumas pessoas. E ainda solucionar este caso.



Eu AMEI este livro, pois assim que peguei não conseguia largar. Ele te pega de jeito. A Gillian tem uma mente tão incrível, que às vezes assusta. Pois aqui parece que todo mundo tem um problema, ou talvez um motivo para serem tão estranhos. A nossa protagonista sofre de problemas graves. Ela se machuca, escreve palavras na pele e depois risca. É assombroso e triste. A família demonstra não ser tão estável emocionalmente também.

 Só sei que me peguei tentando descobrir junto com Camille, quem havia cometido estes crimes e por que. Por que crianças, e por que tirar os dentes. Desconfiei de várias pessoas, pois a Gillian nos dá várias opções. E quando eu achava que havia encontrado. BUm!. Tapa na cara me enganei feio. Achei genial a reviravolta que tem no final. E a Gillian me surpreendeu muito nesta obra. E só abriu caminho para eu ler todos os seus livros.

É livro de escrita fácil e ágil. Narrado em primeira pessoa pela Camille, e é muito bom, porque a gente fica sabendo o que ela pensa e acaba sentido toda sua aflição e sua luta contra si mesma.





Adorei esta capa, livro com orelhas, folhas amarelas. Letras em tamanho ideal, que deixou a leitura mais agradável ainda, pois li à noite.

Se você gosta de thriller, com personagens bem construídos, tanto que você nem sabe mais o que real, quem está pirado, se é eles ou você. Leia Objetos Cortantes. Super recomendo. Simplesmente maravilhoso. E já estou ansiosa para ler Garota Exemplar. A Gillian mexe com a mente humana, e isso é perturbador.

"uma criança criada com veneno considera dor um consolo"(pág.251)













13 Comentários

  1. Olaaa
    Eu estou louca para ler algo da autora depois de assistir Garota Exemplar e adoro thrillers hahha espero ler esse e todos em breve.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, ainda não li nenhum livro da autora, acredita? Falta de oportunidade, pois pelo que vejo, ela tem um gênero que eu gosto. Este livro já estava entre os que que queria ler, vou ver se antecipo a leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Olha, por sua resenha, estou completamente fissurada pelo livro, pela capa, não dava nada, mas tem personagem com mais de vinte anos, morte, mistério, mãe dominadora e família estranha, deve ser realmente um excelente obra. Não conhecia, acho que essa é a primeira resenha que vejo e fiquei mega na vontade!

    ResponderExcluir
  4. Sim, Objetos Cortantes parece ser bem legal, mas eu PRECISO LER Lugares Escuros, tô louca pra ler sobre essa relação fraterna + assassinato + mistério. Resenha maravilhosa <3
    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Eu nunca li nada da autora, entretanto vontade é o que não falta, todos elogiam até demais suas obras e eu fico sempre por aqui, morta de curiosidade para conferir.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olha eu sinceramente nunca li nada da autora e nem tenho muito interesse, pois seus livros não fazem muito meu gênero, apesar que não gosto de julgar sem antes conhecer. Mas mesmo assim gostei da sua resenha. Achei que ficou muito bem desenvolvida. Espero que uma das minhas colaboradoras talvez venha resenhar algo da autora lá no I LOVE...mas enfim... =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-o-para-sempre-de-ella-e-micha.html

    ResponderExcluir
  7. Ola Ana a temática em si é bem forte, a a protagonista tem uma carga emocional bem pesada, mas me intrigou como ela vai lidar com tudo o que está acontecendo no mesmo momento. Estou curiosa para esse desfecho. Já li muitos elogios a esse livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana!!!

    puxa não li ainda nenhum livro da autora, mas morro de vontade. Ouço todos falarem muito bem dela, quero vê se leio algum ainda esse mês, amei sua resenha ;)
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Aiii Anaaa
    Como vc é ruim!!!
    Isso não se faz com uma pessoa curiosa fã do gênero!!
    Morro de vontade de ler algo da Gillian mas ainda nao tive a oportunidade e você me vem e me mostra uma resenha dessa?
    Ahhhh menina!!! >.< kkkkkkkkkk
    Preciso dos livros dessa autora para ontem entende?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Nossa, eu adoro bons thrilers e a premissa desse livro é instigante demais. Nunca li nada da autora, mas já li vários elogios sobre sua escrita. Esse livro tem uma narrativa tensa, mas bem interessante.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana, tudo bem?
    Sua empolgação com o livro me contagiou!!
    Vou esperar alguma promo do livro para comprar!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  12. Eu precisooooo desse livro.
    Você me deixou ainda mais ansiosa pela leitura!!
    Dizem que essa mulher escreve absurdamente bem!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  13. Olá, flor! Que resenha maravilhosa, parabéns. Confesso que eu li os 2 primeiros capitulos e realmente não gostei. Mas depois de conhecer um pouco melhor da obra, realmente irei voltar a lê-lo.
    Acho essa capa linda e espero que eu seja fisgada pela autora.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir