Livro: Lua de Larvas
Autora: Sally Gardner
Ano: 2014
Editora: WMF Martins Fontes
Número de páginas: 298

Sinopse:Lua de Larvas - Standish Treadwell é um jovem disléxico que vê o mundo de maneira diferente da maioria. Graças a essa visão, ele percebe que o mundo lá de fora não tem que ser necessariamente cinzento e opressor. Quando seu melhor amigo, Hector, é de repente levado embora, Standish percebe que cabe a ele, a seu avô e a um pequeno grupo de rebeldes enfrentar e derrotar a opressão permanente das forças da Terra Mãe.Com o pano de fundo de um regime implacável, disposto a tudo para vencer seus rivais na corrida para chegar à Lua. Este impressionante Lua de larvas é o novo livro da premiada autora Sally Gardner.

Olá, leitores!


Não sei se vocês perceberam, mas este mês o blog está bem eclético, tivemos um romance, um sick-lit, autoajuda e agora vamos de distopia. E vou logo adiantando que as próximas resenhas serão do gênero fantasia. Mês bem diversificado, hein.




Então, vamos falar de nossa distopia de hoje. Que é o livro Lua de Larvas. Que traz a história de um garoto de 15 anos, disléxico. Ele não sabe ler e nem escrever. Têm os olhos de cores diferentes. Um azul e outro castanho claro e isso o torna impuro diante de sua sociedade. E por ter dislexia é taxado como burro na escola. Uma escola cruel, onde alguns professores abusam da autoridade e usam varas para espancar seus alunos. O governo é denominado como a Terra Mãe, ela que dita as regras. É um estado totalitário, com toque de recolher e muita tirania. As pessoas são separadas, excluídas. Os pobres, são jogados na zona sete, onde vive Standish com seu avô. Pois seus pais foram levados pelo governo. E nunca mais foram vistos. Era assim que funcionava, as pessoas quando sabiam demais ou desagradava a Terra mãe, desaparecia, tinha seu registro apagado. Se continuasse vivo, não falaria nunca mais, pois às vezes tinham sua língua arrancada. E é nesse mundo cruel que este puro garoto vive. Mas a vida de Standish muda quando ele conhece Hector, que vai se tornar seu melhor amigo. 
Onde eles vivem há um muro que separa a zona sete de algo, que ninguém sabe, pois é proibido ultrapassar o muro, mas um dia eles brincando com uma bola, ela cai do outro lado do muro, e Hector vai buscar. Neste dia , ele descobre algo muito importante que coloca a sua vida e de sua família em perigo. E em uma manhã Hector e seus pais desaparecem. Standish fica inconformado e decide desvendar este mistério,e acaba descobrindo segredos que pode levar a sua morte e de seu avô.
“Fico me perguntando e se.E se a bola não tivesse voado por cima do muro.E se Hector nunca tivesse ido procurar a bola.E se ele não tivesse guardado o segredo sinistro só para si.E se...Nesse caso, acho que eu estaria contando para mim mesmo uma outra história. É que os “e se” são infinitos como as estrelas.” (pág. 1)



Lua de Larvas é narrado em primeira pessoa, por Standish. O que torna a narração super gostosa, ao ver seu modo de enxergar o mundo. Dois motivos me levaram a querer ler este livro, primeiro, o fato de ser distópico. Segundo, pelo fato de ser narrado por uma pessoa com dislexia. Estudei dislexia, entre outros transtornos que afeta a aprendizagem neste período na faculdade. E foi um assunto que me interessou muito. Simplesmente amei o personagem, muito difícil não se apaixonar por Standish, ele é simples, carinhoso, amigo e muito inteligente. Ele e seu avô tem um laço de amizade e amor tão lindo, que emociona. Do mesmo jeito que sua amizade por Hector vai ser muito forte e bonita. No meio desse universo horroroso que ele vive, consegue ter muita esperança e coragem para lutar por mudança e justiça. Standish Treadwell é jovem herói, cheio de força e perseverança. Que mesmo maltratado, excluído. Não desiste de fazer o que acha ser o correto.

“Eu não conseguia ver a diferença entre o desaparecimento e a morte. Pareciam a mesma coisa para mim, deixavam buracos. Buracos na vida.” (pág.32)

“Senti o grito crescer. Vovô me agarrou, e nós dois tombamos no chão. Os dois chorando. Vovô tapava minha boca com a firme.Anda tenho aquele grito dentro de mim.” (pág. 154) 


Gostei da capa, tem tudo a ver com a história, a diagramação está muito legal, as ilustrações me causaram arrepio, tive que cobrir algumas partes, porque estava me incomodando certas imagens do rato (vocês irão entender quando chegar na bendita página). Mas foi genial essa ideia. Páginas amarelas, letras grandes, capítulos curtos. Um livro que você devora muito rápido. Único ponto negativo, que não chega a ser tão gritante assim para tirar uma estrela, foi que não foi muito aprofundado a situação e o que é a dislexia, queria mais, acho que ficaria mais interessante, informativo. Mas a obra está maravilhosa, e depois o leitor pode pesquisar um pouco mais sobre o assunto. Então, é cinco estrelas sim, de excelente, ótimo!

“Amo você- sussurra. – Essa bagunça maluca e corajosa que você é.” (pág.271)


“- Acredito que a melhor coisa que temos é a imaginação. E imaginação é o que não lhe falta” (pág.150)


“Quanto mais eu vejo tudo isso, menos acredito que eu, Standish Treadwell, possa fazer qualquer coisa a não ser me tornar o que todo mundo ali vai se tornar. Comida para larvas” (pág.234)

Então é isso, pessoal. Um ótimo livro, onde se fala de amizade, bullying, conspiração e coragem. Rápido e cativante. 

Até mais...
beijos.










13 Comentários

  1. Oláaa adorei tudo por aqui....fiquei mais inspirada ainda em focar meu blog mais em livros, são tão inspiradores! Um livro que li aqui na sua resenha já foi pra minha lista desejável. Me identifiquei com a parte que ela narra sobre existir uma vida lá fora, parece que a autora mostra que podemos encontrar uma vida muito melhor pra viver que a nossa (sonhadora) hahahah
    Vou te add no meu blog para vim sempre conferir mais um livro para minha wishlist =) Beijooooo *__*
    http://helenpinkblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hellen!

      Que legal, fico muito feliz. <3

      grande beijooo.

      Excluir
  2. So que esqueci de mencionar o livro ai encima! rsss *Uma curva no tempo* :****

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Percebi pela sua descrição acima. Leia Uma Curva No Tempo, e tenha uma grande surpresa. :)

      Excluir
  3. Vou ler esse livro com certeza! acho que vou me emocionar! *_* Você é muito simpática...virei mais vezes e parabéns pelo blog é inspirador! bjoooo

    ResponderExcluir
  4. Caramba. Esse livro ta na minha lista de desejados, e espero sair com ele nas minhas mãos na Bienal. Ele parece ser um conflito de emoções. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que livro lindo! Não só a história, mas o conjunto do livro em si. A capa, as ilustrações, o modo que ele é escrito. Amei! E, é claro, grande parte do crédito vai pra resenha, haha. Ótimo blog, já estou seguindo!
    Um abraço!

    Meu blog: www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Confesso que precisarei me render as Distopias, porque todas as resenhas que leio são ótimas e eu tenho um sério bloqueio com este gênero, como sempre sua resenha foi impecável,
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Que resenha mais linda.
    Sempre adorei essa capa, sempre tive curiosidade em ler esse livro, adoro distopias, e estou me perguntando porque ainda não li.
    Com certeza já anotei na minha listinha para próximas leituras.

    Beijos

    Débora | www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  8. Ana, eu já tinha lido outras resenha desse livro, mas não havia prestado atenção. Acho que por isso não havia me conectado com a história. Mas lendo sua resenha, fiquei realmente interessada no livro. Uma pena o autor não ter aprofundado que questão da dislexia.
    Como um boa leitora de distopia, irei anotar o título para futuras leituras.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana, não conhecia o livro, mas gostei muito do que o enredo engloba. Vou dar mais uma pesquisada por aí sobre ele.
    Bjs,Rose.

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Não conhecia o livro e se eu olhasse para a capa, nunca que eu falaria que se tratava de uma distopia :o
    jurava que seria um drama hahahhaha
    mas eu adoro distopias, então vou anotar a dica :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Lindona...
    Nunca tinha ouvido falar disse livro, mas gostei bastante da temática, acho que nunca li um livro que abordava tal assunto, por isso me interessei.
    Devo concordar que esse ratão ai embaixo da foto nao foi muito atrativo pra mim não... :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir