Livro: Fale!
Autora: Laurie Halse Anderson
Ano: 2013
Editora: Valentina
Número de páginas: 248

Fale! - “Fale sobre você... Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia.
E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra - insultos e deboches, sim - ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções. Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir.
Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?





Oi, pessoal!


Hoje trago a resenha de um livro bem tocante e que trata de um tema bem triste, que acontece diariamente no mundo. A violência. Física e psicológica.

“A coelhinha foge em disparada, deixando rastros ligeiros na neve. Fugir fugir fugir. Por que é que não corri desse jeito quando era uma garota-falante-não-despedaçada?” (Pág.117)


Neste livro, vamos falar de uma adolescente, a Melinda. Que era uma menina cheia de alegria e sonhos, que depois de passar por um grande trauma, parou de falar, fala o mínimo possível, só o necessário e olhe lá. Ela mudou, deixou de ser a menina cheia de vida que era, para se tornar retraída, quieta e invisível. Os dias de Melinda são bem difíceis, não tem amigos, a relação com os pais é bem distante. Está indo mal na escola, e cada dia fica mais fechada e se sentido mais sozinha.  Quando está sobre pressão, Melinda sofre crises, onde fica com dificuldade para respirar e começa a chorar. Ela precisa de ajuda rapidamente, mas como ter ajuda, se ela não fala. Então, entra as aulas de artes na vida de Melinda, o professor pede que todos desenhem. Melinda só tem apenas que falar, jogar todos seus sentimentos nesse desenho. Talvez seja a oportunidade de sair desse canto escuro que está sua vida.

"- Da próxima vez que for trabalhar com suas arvores, não pense nelas. Pense em amor ou ódio, ou em alegria ou em raiva; o que quer que faça sentir algo, que leve as palmas de suas mãos suarem ou os dedos de seus pés a se crisparem. Concentre-se nesse sentimento. Quando as pessoas não se expressam, vão morrendo aos poucos." (pág.144)

"Eu deveria, talvez, contar para alguém, simplesmente contar para alguém. Dar um basta nisso. Desabafar, soltar o verbo, pôr para fora o que aconteceu" (pág. 119)





No inicio da história não me simpatizei logo de cara com Melinda, pois era uma menina difícil e cheia de ironia, principalmente em casa. Não dava a mínima para os pais e para ninguém. Mas com o tempo, você vai entendendo o porquê deste comportamento. No fundo, ela quer só ser ouvida. Mas não encontra uma maneira de desabafar, não encontra alguém que possa falar. E assim ela vai vivendo seus dias arrastados, na solidão, mergulhada na própria dor. E marcada por um fato terrível em seu passado.  

“Você não gosta de nada. É a garota mais baixo-astral que eu já conheci e, sinto muito por dizer isso, mas não é nada divertido passar o tempo contigo, e acho até que você precisa de ajuda profissional.” (pág. 126)

“Eu sei que os parafusos da minha cabeça estão meio soltos. Quero ir embora, pedir transferência, me mandar daqui em velocidade de dobra espacial para outra galáxia. Estou a fim de confessar tudo, de passar a culpa, o erro e a raiva para outra pessoa. Tem um monstro nas minhas entranhas, posso até ouvi-lo arranhando minhas costelas.” (pág. 67)


"Fale!", fala de situações que faz parte infelizmente da nossa vida, direta ou indiretamente. O bullying, o abuso sexual, falta de atenção com o próximo e respeito. E nos mostra como tudo isso, sem ser discutido, pode levar a vitima a ficar doente, com depressão. São temas pesados, mas reais. Que merecem toda atenção. Achei muito interessante o enredo se passar maior parte do tempo na escola. Pois é onde uma criança, adolescente passa uma boa parte do tempo. E mostra também, como a escola é importante no desenvolvimento de uma pessoa, e como pode ajudar.

Gostei de “Fale!”, ele vai trazer vários assuntos, como a amizade, família, coragem. Mesmo que não seja correspondida. É um livro para todos, todo mundo deve ler “Fale!”, pais, adolescentes, profissionais da educação. Um livro para ser trabalhado e refletido, tanto em casa, como na sala de aula. E a autora coloca humor na história, através dos pensamentos de Melinda, dos seus momentos de conversação consigo mesma.  Vai ter momentos tristes, muito triste, que você apenas vai querer entrar no livro e confortar Melinda. Você não está sozinha. Não mais. Por que ficou um pedacinho de Melinda para sempre comigo.

Gostei da capa, ela tem uma textura aveludada, e depois de terminar o livro, me angustiou olhá-la, pois pensei em todas aquelas bocas, em todas as pessoas que precisam de ajuda ou precisaram e não conseguiram falar. As letras são grandes, páginas amarelas e a diagramação está simples e bonita, a cada capítulo, tem uma árvore.


E claro que tenho que falar do poema “Escute” que está no inicio do livro, pois fiquei super emocionada, com lágrimas embaçando meus olhos. E no final do livro tem uma maravilhosa entrevista com a autora.

 Muito intenso!

“eu tenho segredos-sete anos deles E eu me cortoEu e minhas amigas nos cortamosTodas nós nos cortamos cortamos cortamosPara aliviar a dor” (pág. 10)




 Trailer do filme baseado no livro.







3 Comentários

  1. Oláá
    Nossa, eu sou louca para ler esse livro e espero poder em breve, já o tenho na estante haha a sua resenha ficou ótima e adorei a recomendação, não sabia que tinha filme e com certeza irei assistir depois que ler.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem!

      Leiaa sim, e assista ao filme também. Haha

      beijooo

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu tinha esse livro, mas acabei de mandar embora em uma promoção (sou dessas, que coloca livros próprios não lidos em promoções, rs). Ele realmente parece ser muito interessante e os temas abordados são polêmicos e atuais. Eu desanimei de ler porque peguei um big spoiler, e quando isso acontece, perco a vontade de fazer a leitura, mesmo que seja muito recomendada
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir