Livro: Carrie, A Estranha
Autor:  Stephen King
Ano:  2013 (ano desta edição)
Páginas: 200
Editora: Suma de Letras


Sinopse: Carrie, A Estranha - Livro de estreia de Stephen King ganha nova versão cinematográfica, estrelada por Julianne Moore e Chloë Moretez. 
Carrie, a estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente. 
Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram. A vendeta vem à tona de forma tão furiosa e amedrontadora que até hoje permanece como exemplo de uma das mais chocantes e inovadoras narrativas de terror de todos os tempos. 
Com tantos ingredientes de suspense, Carrie, a estranha logo se transformou num enorme sucesso internacional e passou a integrar a mitologia americana. Ao ser transportado para as telas, em 1976, pelas mãos de Brian de Palma, teve a atriz Sissy Spacek e John Travolta em seus papéis principais. Agora, a nova versão cinematográfica, lançada em dezembro de 2013, é estrelada por Julianne Moore e Chloë Moretez.



Olá, leitores! Tuudo bem? Hoje trago um clássico para vocês, o primeiro livro publicado de Stephen King. Eu li Carrie, A Estranha faz um tempinho. E eu amo os filmes. Então, tinha vontade de saber como era o livro, como seria conhecer mais de Carrie White e sua louca mãe. E quando teve a readaptação do filme em 2013, eu vi e quis reler Carrie. E apareceu uma promoção na Amazon, e claro que não poderia perder. Comprei. o/
 

Eu acredito que a maioria de vocês conhecem a história de Carrie White, mesmo que não tenha lido, deve ter visto o filme. Mas se você não fez nenhum e nem outro ainda, faça. 
Bom, o livro vai nos contar a história de Carrie, uma menina de 16 anos quieta e inquieta, que mora com a mãe, Margaret White, uma fanática religiosa, que acha que tudo é pecado. Assim com suas convicções completamente loucas e sem noção, ela criou Carrie para ela, isolada, sem lhe ensinar nada da vida. Para se ter uma ideia, do nível de loucura de Margaret, ela coloca na cabeça de Carrie que é pecado ter seios. Ela dá o nome de “travesseirinhosimundos”.  Desde pequena Carrie sempre vestiu roupas longas e feias, sempre mal vestida aos olhos da cidade. E claro que isto terá conseqüências na escola, onde é uma selva. A vida de Carrie já não estava perfeita, pois sempre sofreu na escola e em casa. Na escola com piadas pesadas dos colegas. E em casa com as maluquices da mãe, que a deixava de castigo em um quartinho por horas, para rezar. Para deixar tudo pior que já estava, em um belo dia na escola, Carrie vai tomar banho e fica menstruada, mas ela não tem a mínima ideia do que está acontecendo e acha que vai morrer. Ela entra em desespero,e as outras meninas que vivem pegando no seu pé e a humilhando, começam a dizer coisas terríveis e a jogar absorventes nela.


" Algumas de vocês parou para pensar nos sentimentos de Carrie White? Alguma de vocês  alguma vez para para pensar? Sue? Fern? Helen? Jessica? Alguma de vocês? Vocês a acham feia. Bem, vocês são todas feias. Constatei isso sexta-feira de manhã" (pág. 61)

 Com isso uma das meninas, a Sue, se sente mal e tenta fazer um gesto de bondade, pede para o namorado levar Carrie ao baile da escola. E agora? Qual é a próxima armação? Será que esse baile vai ter final feliz? Carrie, enfim, vai ter um dia especial... Não! Teremos sangue, muito sangue.



Mas Carrie, não é apenas frágil. Ela faz coisas quando está sobre pressão... ela guarda um segredo. Então todos que mexem com ela, podem pagar bem caro.

" Elas todas odeiam e não param. Elas nunca cansam disso" (pág. 31)

Na verdade tenho muita coisa para falar de Carrie, mas vou me conter, porque senão ficará um livro. Tenho que dizer que é revoltante olhar tudo que esta menina passou. Gente! É muito triste. Todo o sofrimento e humilhação que ela agüenta, tanto em casa, quanto na rua.  O livro nos mostra como as pessoas podem ser cruéis, quando não querem aceitar o que é diferente.  Os adolescentes da escola de Carrie são seres desprezíveis. Que tem o prazer de infernizar a vida de uma menina, que não faz mal a ninguém. O livro mostra o bullying pesado sofrido  por Carrie. Mostra adolescente inconseqüentes, que acham que podem ser o dono da verdade , porque o pai tem dinheiro ou contatos, como é o exemplo da Cris,(a menina que mais odeia Carrie) que faz o que quer, porque o pai é advogado, e resolve tudo por ela. Mas também vai mostrar o lado decente, onde alguém diz não, contra isso, tenta fazer o certo, que é o caso do diretor da escola. Gostei muito dele.
Eu gostei de Carrie, A Estranha. Ele é narrado em terceira pessoa, que dá uma visão geral de tudo que acontece, mas é narrado em forma de noticiários, entrevistas, interrogatório e etc. Explicando melhor, é intercalado entre a visão de Carrie e das outras pessoas. Pode acontecer de um certo fato, ser visto duas vezes, por Carrie e outro personagem. Durante todo o livro eles tentam entender quem é Carrie White, e o que ela pode fazer, porque ela é assim. Vocês entenderão quando ler. Como eu disse acima, Carrie tem um segredo. Ela não é apenas uma menina que todos debocham.

O livro é dividido em três partes: Brincando com sangue, A noite do baile e Os Escombros. E bem curtinho, apenas 200 páginas. Folhas amarelas, tem orelha, e o tamanho da letra é do jeito que eu gosto. Bem confortáveis. Hehe
Os pontos negativos, que me fez dá 4 estrelas, que quer dizer MUITO BOM. Foi algumas repetições no momento que é Carrie que está pensando ou falando, como a palavra “mamãe”, ficou bem irritante. E as entrevistas, e alguns noticiários ficaram muito chatos. E claro o final. Eu não gostei do que aconteceu com um certo personagem, Mas gosto do finalzinho. Que dá a entender que não parou por aqui. Leiam, que vocês vão entender, o que quero dizer. Para concluir, eu gostei muito do personagem Carrie, queria muitas vezes entrar no livro e poder abraça-la, ser sua amiga. E gostei mais ainda, que por um momento, ela deixa de ser aquela menina boazinha. E faz as pessoas sofrerem um pouco. E tenho que dizer claro, Margaret, eu não te suporto, e você é completamente louca, muitas vezes queria entrar no livro e te dá uns tapas. Pensando bem, melhor não. Pois nessa história toda , a estranha, é a mãe da Carrie e ela dá muito medo. Haha

"Se eu tivesse ganho cinco centavos casa vez que ela  me fez chorar aqui" (pág. 55)

"Só quero que me deixe viver a minha vida... Eu não gosto da sua. (pág. 87)



Outras capas...



















Até mais...









23 Comentários

  1. Uau, eu nunca tinha lido uma resenha sobre Carrie, é um dos meus filmes favoritos (não li o livro ainda) já assisti as duas primeiras versões, essa de 2013 é a terceira, eu sou apaixonada pelas obras de Stephen King, adoro o filme Cristine o carro assassino, o primeiro livro que li dele foi Sob a redoma ( se não leu ainda, leia, é perfeito).
    Só queria dizer que achei perfeita a maneira que descreveu cada detalhe do livro, como descreveu Carrie, senti uma enorme vontade de ler o livro, pode ter certeza que irá entrar para a minha lista de livros a ser lido.
    Parabéns, ótima escrita e lindo post.
    beijos.

    http://comovejoomundo-br.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Nunca li nada do King, apesar de saber que ele é um Deus do gênero que escreve. Nas férias, assisti ao filme e achei muito sem noção. Não sei se me prestaria a ler o livro. Mas ótima resenha!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu ameiiiii sua resenha!!!!!!
    Eu sou louca pra ler esse livro e não entendo até hoje o porquê de nunca ter lido, com certeza já irei comprar
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Oláá
    Só li um livro do autor até hoje, muito infelizmente, porque adorei o livro, e Carrie parece ser ótimo apesar de eu não ter gostado muito do ultimo filme, sou louca para ler o livro, adoro terror e coisas assim, sua resenha me deixou ainda mais curiosa haha.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi. eu não conheço a história de Carrie White. Nunca li o livro e nem vi ao filme :(
    Realmente, as pessoas são cruéis por medo do diferente. Acho que é um livro que devo ler, pois gosto da temática que o envolve.
    http://poesianaalmaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler o livro, mais ainda agora (nunca tinha lido nenhuma resenha dele)...
    Já assisti a primeira versão do filme milhares de vezes e acho bem melhor que a nova...
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  7. Eu já vi o filme, mas nunca li os livros, confesso que agora fiquei curiosa de conhecer mais a história de Carrie !
    Beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada do King, mas já vi alguns dos filmes baseados em suas obras.
    Adorei sua resenha. Me surpreendi com as 4 estrelas. Acho que você foi bem sincera, pois a maioria das pessoas tem medo de dar menos que a nota máxima ao mestre King.

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  9. Sou APAIXONADA por esse livro. Gostei muito da sua resenha, deu até vontade de reler.


    Beijo!

    Luiza Liz
    Hello Liz - https://www.youtube.com/channel/UCHHOLxS27CM6-YZmclJfONw?sub_confirmation=1

    ResponderExcluir
  10. Oi =)

    Ainda não li esse livro do King, mas morro de vontade. Assisti ao filme mais recente baseado nesse livro e não gostei muito. Espero que o livro seja bem melhor! Quero muito lê-lo <3 Adorei a sua resenha! Parabéns! O livro está na minha lista de desejados!

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana Lícia!
    Acredita que eu ainda não li nada do Stephen King?
    Sei que preciso fazê-lo urgente, pois ele é o mestre do suspense e eu adoro um bom suspense.
    Tenho ouvido e lido por aí, muitos elogios e também críticas, sobre Carrie, A Estranha.
    Achei interessante e fiquei curiosa quando li que você teve "vontade de entrar no livro e poder abraça-la, ser sua amiga".

    Beijos!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie, Ana!
    Morro de curiosidade para ler Carrie e Cujo, do King. Acho que assim que as provas acabarem vou ler! Não sabia que o livro era tão pequeno, nem que tinha essas divisões. Acho que os anexos em jornal e coisas do gênero tornam a leitura mais dinâmica e interessante... Mas talvez King não tenha usado esse recurso de forma legal, por isso você não gostou. Enfim, só lendo para saber. Amei a resenha!
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ❤

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Esse livro deve ser muito bom, ainda não li nenhum livro do autor e tenho muita vontade. Pretendo ler esse depois que "O Iluminado", ótima resenha, bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Não li o livro, vi apenas a versão mais antiga do filme, que aliás, ficou boa. Eu concordo contigo, nisso tudo não tem mais ninguém que seja tão estranho quanto a mae da Carrie.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  15. Minha nossaaaa sabe aquele livro que você passa longe?
    Pois é sou eu desse livro...
    Eu sou muito medrosa... minha nossa posso com isso nao kkk


    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. vo o filme antigo e é aquele classico que todos conhecem, na sabia do livro :)
    http://www.jacknuit.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Nunca li nem vi o filme. Também é a primeira vez que leio uma resenha sobre ele, então vou procurar em pdf e ler o quanto antes! Ótima resenha, me fez querer ler o livro imediatamente e é o que vou fazer.
    Bjs, Isabella

    ResponderExcluir
  18. Oiee, tudo bem?

    Se tem uma leitura que eu não curto é livros de terror/thriller. Não curto esse genero mais assustador, então acabo passando longe, por mais que eu saiba do prestigio e da fama do King.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bom?
    Eu quero muito conhecer a narrativa do Stephen King, mas terror realmente não é meu gênero preferido. Já conhecia a premissa dessa obra e ela faz bastante sucesso entre leitores do mundo todo, porém não é uma narrativa que me conquista tanto.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ahhhh queroooo esse livro :)
    Amo o King, os seus livros são fantásticos.
    Ótima resenha.Beijos.

    http://ateliedoslivros.blogspot.com.br/2015/03/resenha-coracao-ferido.html

    ResponderExcluir
  21. Isso é um clássico. E sobre o King, nem preciso dizer nada. O cara é o mestre do gênero. A nova releitura do filme pegou um estrela em ascensão, (a Chloe) mas a historia é fantástica.
    Eu adorei o livro e os filmes.
    http://www.interruptedreamer.com/

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem? =)
    Não li nenhum livro do autor, mas assisti ao filme do livro comentado e adorei demais, não me deu taaaaanto medo assim, mas a história é super interessante e adorei conhecer a personagem. Tenho muita vontade de ler livros do King mesmo não sabendo por onde começar.

    Beijos,
    Luan || http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá! Nunca li nada do Stephen King, mas morro de vontade. O problema é que eu tenho um pouco de receio, tenho medo de livros de terror hahaha Pela resenha, não parece ser muito tenso. A história me deixou super curiosa, então vou arriscar ler (de dia, é claro). Beijos!!

    ResponderExcluir